sábado, 24 de agosto de 2013

Aprendendo com a dor


A vida nos fornecerá matérias,
como recurso didático no rumo da sabedoria e da paz.
Um desses recursos, ainda não compreendido por nós, é a DOR.
Se perdermos um ente querido nos arrasamos de saudade;
rompendo-se uma relação afetiva, cultivamos a "fossa";
se tivermos perdas financeiras, abraçamos o desânimo;
se alguém nos ofende ou lesa, regamos a mágoa;
e na maioria das situações que somos visitados pela dor,
preferimos a postura do coitadinho,
nos afundando na baixa da auto-estima,
escolhendo o desespero ou até o suicídio.
Faz-se preciso mudar nossa visão.
A dor é matéria importante na escola da vida,
juntamente com outras: alegria, paz, amizade, estudo,
convivência, observação, exemplos alheios, etc.
Isso não quer dizer que devamos ser insensíveis ou frios,
mas reforçar nosso ânimo, mantendo-nos firmes,
e extraindo da dor o melhor aprendizado.
Mesmo que dolorosa, toda experiência é lição e não queda.

Ânimo!!! Avante !!!

                           

Um comentário: